Dom José Carlos de Aguirre

patronoDom José Carlos de Aguirre nasceu em 28 de abril de 1880, na fazenda Paraíso, pertencente ao município de Rio Claro. Eram seus pais: Francisco Leopoldo de Aguirre e dona Maria Ercília de Campos Aguirre. Dom Aguirre era, portanto, rio-clarense, mas passou a primeira infância em São Carlos, cidade próxima à fazenda. Lá começou seus estudos primários com professores particulares.

Estudou no Liceu do Sagrado Coração de Jesus, em São Paulo, de 1891 a 1896 e no Seminário Episcopal de São Paulo, entre os anos 1896 a 1904, quando foi ordenado Presbítero em 8 de dezembro de 1904. Trabalhou como secretário e professor do Colégio Diocesano de São Paulo de 4 de fevereiro de 1905 a 31 de dezembro de 1907. Foi nomeado Coadjutor da paróquia de Santa Cecília em São Paulo e  assistente eclesiástico da Legião de São Pedro, a 1º de janeiro de 1908. Em 9 de agosto de 1908, foi nomeado Vigário da paróquia de São José do Belém. Em 5 de março de 1911, foi nomeado Vigário de Bragança. Foi eleito como o primeiro Bispo de Sorocaba a 4 de julho de 1924. Tomou posse do Bispado de Sorocaba a 1º de janeiro de 1925.

A atuação de Dom Aguirre, durante os anos de seu bispado, foi muito fecunda. Além da administração da Diocese, Dom Aguirre sempre se preocupou muito com a educação dos jovens: em 1939 fundou o Seminário Menor São Carlos Borromeu; em 1950, a faculdade de Filosofia de Sorocaba – atualmente Universidade de Sorocaba.

Dom Aguirre governou a Diocese com energia e bondade, mas, para quem conviveu com ele, o que mais chamava atenção era sua humildade e simplicidade. Sempre recusou honrarias e, ao receber elogios, finalizava – “Quem me conhece é meu confessor. Ele é que deveria falar”.

A todos cativava com sua conversa, com seu sorriso, com suas piadas inocentes. Foi admirado por católicos, espíritas, protestantes, maçons. Não dava ordens, mas pedia com tal humildade e bondade que se tornava impossível deixar de atendê-lo.

Faleceu a 10 de janeiro de 1973. Seus restos mortais estão depositados na cripta da Catedral Metropolitana de Sorocaba.

Nosso Colégio foi denominado Dom Aguirre inspirado na vida humilde e fiel desse homem que tanto amou a Deus, aos homens e à educação, pela qual trabalhou incansavelmente.