Publicado em 16.06.2020 - Comunicados - Sem comentários

1º Houve uma redução do contato social, do contato físico com os seus alunos que faz toda a diferença na educação.

2º Você passa muito tempo em casa, a escola agora é a sua casa, e geralmente costumamos nos sentir menos produtivo. Houve também a mudança repentina e a adaptação rápida a nova forma de ensinar.

3°O excesso de informação através da televisão, redes sociais e grupos de whatsapp.

A ansiedade tem feito parte do ensino remoto e somos, todos, novos neste processo. Precisamos assimilar e refletir.

  • Pare e se observe, é muito importante, só quando você sabe como você se sente é possível modificar o seu estado de humor.
  • Diferencie o que você controla do que você não controla. Você controla o plano de aula (gravações), ficar em casa, passar álcool em gel nas mãos. Mas você não controla como os seus alunos estão, se estão desenvolvendo as atividades propostas, as decisões da escola, a ansiedade e falta de compreensão dos pais. E, sempre lembre-se disso!
  • É muito importante estabelecer limites de horários para ver as mensagens dos seus alunos, da coordenação, responder e-mails da escola. Se for preciso, mantenha o celular longe, utilize estratégias para ter horário fixos de trabalho.
  • Escreva post-it como: “Tudo vai passar”, “Estou dando o meu melhor”, “Sorria”, “Estou aprendendo e crescendo cada dia mais”, enfim, frases que façam sentindo para você.
  • E, por fim, use as redes sociais com intenção!

Um excelente retorno a todos!

Equipe DOM

(Texto Adaptado)